Na última terça feira, dia 13 de março, a Blizzard ofereceu uma coletiva de imprensa para divulgar mais detalhes sobre a nova expansão do WoW, Mists of Pandaria. O WoWGirl esteve presente, e finalmente podemos contar tudo o que a gente viu por lá pra vocês! E garantimos: essa expansão tem tudo pra ser ÉPICA! Inclusive, segundo o Chris Metzen, essa é a expansão mais importante do jogo!

Pra começar, vamos mostrar algo que todos estão ansiosos pra ver: a Pandaren Female!

Arte-conceito

Pandaren fêmea ingame

A press conference teve a seguinte estrutura: uma apresentação inicial, com vídeos, imagens e uma explicação resumida de tudo que compõe a expansão. Depois, tivemos um tempo para jogar o Alpha e conferir os gráficos, cenários, sistema de talentos, e vários outros detalhes… também tivemos a oportunidade de entrevistar Tom Chilton e J. Allen Brack, que são os diretores do jogo, e perguntar tudo sobre a expansão e outros detalhes do jogo.

Agora, vamos fazer um mega-resumo de tudo, e daremos os detalhes em outros posts, que serão publicados ao longo do dia. O básico da expansão, em linhas gerais, é:

- Teremos um novo continente, ao sul de Azeroth: Pandaria. Nele encontraremos, além dos Pandas, várias raças e facções, tanto de aliados, como de inimigos. O continente terá 7 zonas [e não 5, como foi divulgado na Blizzcon], 9 dungeons e 3 raids, e montarias voadoras só serão permitidas no lvl 90!

- O level máximo vai subir para 90, o sistema de talentos vai mudar bastante – com o intuito de tornar a escolha deles mais pessoal, acabando com a ‘build certa’, já que todas as skills realmente necessárias e importantes passarão a fazer parte do livro de feitiços [spellbook] do personagem independente de talentos.

- Será acrescentada uma nova raça, jogável pela aliança e pela horda, os Pandaren; e também uma nova classe, com os ataques baseados em movimentos e que é essencialmente melee: o Monge [Monk], que poderá ser DPS, Curador [Healer] ou Tanque.

- Entre as novas dungeons/masmorras heróicas, teremos 3 revamps [dungeons antigas revistas, e adequadas ao novo nível máximo]: Scarlet Monastery [Monastério Escarlate] e Scholomance [Scolomântia], sendo provavelmente duas de Monastério Escarlate.

- Como foi repetido à exaustão na conferência, o objetivo dessa expansão é dar aos jogadores coisas para fazer, tanto no processo de up, quanto no nível máximo. Por isso, serão acrescentados os sistemas de Cenários [algo parecido com mini-dungeons ao ar livre], Batalha de pets, e Modo Desafio [Challenge Mode] nas masmorras normais e heróicas, com 3 níveis diferentes de recompensas.

- Teremos 2 novos campos de batalha [Battlegrounds], com mecânicas diferentes das já existentes: Valley of Power [Vale do Poder], Stranglethorn Diamond Mines [Minas de Diamante de Selva do Espinhaço], e um novo campo de arena.

- O lore da nova expansão é, com o perdão da palavra, F*DA. Tudo será baseado no aparecimento desse novo continente, e de todas as possibilidades que se abrirão, em termos de exploração e conquista, tanto para a Aliança, quanto para a Horda. Ao contrário das outras expansões, em que você tem um grande vilão estampado ali, e que você sabe o tempo todo que vai enfrentar em algum momento, em Mists of Pandaria essa figura não existe – pelo menos não inicialmente. Um grande vilão vai se moldando, aos poucos, conforme os patches forem lançados, e no final, Aliança e Horda terão um inimigo em comum. E, bem, todo mundo vai querer MUITO matar ele…  para saber quem é, só continuar acompanhando os outros posts ;)

 

Confira tambem:
- Mists of Pandaria: O Lore

- Mists of Pandaria: Masmorras e Modos desafio

- Mists of Pandaria: Cenários E batalha de mascotes

- Mists of Pandaria: Battlegrounds

- Mists of Pandaria: Talentos

- Mists of Pandaria: Pandarens e Monges

- Mists of Pandaria: Zonas, Raças e Facções

- Mists of Pandaria: Imagens