Apresentamos hoje uma nova colunista, estudiosa do Lore do jogo e apaixonada por seus personagens! Lianne joga na Aliança, e passará sempre por aqui para nos contar um pouco mais da história do Warcraft.

“Eu falhei a humanidade uma vez, eu não o farei novamente” – Medivh

Medivh é uma peça, senão a mais, importante da história de Warcraft. Mas quem é Medivh, como ele surgiu, o que ele fez de bom e de ruim?

Primeiramente, Medivh foi o último Guardião de Tirisfal, filho de sua predecessora, Aegwynn.

O Conselho de Tirisfal (também conhecido como Tirisfalen) era uma organização de magos poderosos de Quel’thalas e das nações humanas. Seu papel era defender Azeroth da ameaça da Legião Ardente, procurando não seguir os passos de seus ancestrais Highborne. O nome “Tirisfal” remete ao local que o Conselho foi criado nas terras humanas de Lordaeron.

A história de Medivh começa antes de seu nascimento. Para entender como ele adquiriu tanto poder, devemos antes entender quem foi sua mãe e o que ela fez para se tornar tão poderosa.

A Guardiã Magna Aegwynn foi a única mulher entre cinco aprendizes de magos, e assim que ascendeu à Guardiã começou seu trabalho imediatamente. Aegwynn era humana, mas seu poder e seus estudos árduos levaram-na a passar 500 anos na sua função como Guardiã. Sua história mais famosa é a caça dracônica (o livro ingame: “Aegwynn and the Dragon Hunt“) em Nortúndria (Northrend).

Após derrotar os demônios que afligiam os dragões, surge o avatar de Sargeras (The Dark Titan), e então eles duelam. Eventualmente Aegwynn derrota o avatar, e não percebe que a essência de Sargeras se transfere para seu corpo.

Aegwynn enfrenta o avatar do Destruidor de Mundos, o titã caído, Sargeras

Anos mais tarde, em sua arrogância, Aegwynn decide que ela que deveria escolher o próximo Guardião e não o Conselho, e então resolve que deve ter um herdeiro. Escolhe um poderoso conjurador humano, Nielas Aran e com ele tem Medivh. Medivh em élfico significa “Aquele que guarda os segredos”.
Então Aegwynn passa seus poderes para o pequeno bebê, os confina, para que se manifestem quando Medivh atingir a maturidade, e o deixa com o pai em Ventobravo (Stormwind). O que ela não contava é que isso traria consequências desastrosas para Azeroth.

O pequeno Medivh viveu uma infância feliz ao lado de seu pai e de seus amigos: O príncipe de Ventobravo (Stormwind) Llane Wrynn (pai de Varian) e Anduin Lothar (o Leão de Azeroth), porém a essência de Sargeras que havia se escondido dentro de Aegwynn agora passava para o recém nascido, que ao atingir seus 14 anos, teve um espasmo quando seus poderes acordaram, matando seu pai, e causando danos severos à Medivh, forçando-o a entrar em coma.

Seis anos depois, Medivh acorda de seu coma em Abadia de Vila Norte (Northshire Abbey), mas sob o comando de Sargeras. Seu objetivo se tornou destruir os humanos de Azeroth.

Em um planeta distante de nome Draenor, Medivh com a ajuda dos poderes de Sargeras, faz uma barganha com o bruxo (warlock) Gul’dan. Ele mostraria onde estava a tumba de Sargeras em troca de um exército orc que invadiria Azeroth. Este exército orc se chamava Horda, mas não é a Horda que comecemos hoje – a de hoje é a Nova Horda, criada sob o comando de Thrall.

E então Medivh abriu o Portal Negro (Dark Portal) em Barreira do Inferno (Blasted Lands) para Terralém, permitindo que os exércitos da Horda entrassem em Azeroth. E assim se deu a Primeira Guerra.

Medivh não se manifestou como figura participante da guerra, mantendo sua posição dentro da sociedade humana como sempre. Seu jovem aprendiz Khadgar começou a levantar suspeitas que Medivh estava fora do normal. Neste ponto Aegwynn confronta seu filho, porém ela é derrotada. Não conseguindo matar a mãe, Medivh a bane de sua vista.

Aegwynn se vê impotente e então percebe seu erro, procura o Rei Llane Wrynn e o avisa do que está por vir. Ele agradece e se prepara para a batalha. Enquanto isso, a batalha com sua mãe havia enfraquecido Medivh e ele estava puxando força da própria Azeroth para se fortalecer. Khadgar foi atrás de Llane e Anduin e da emissária da Horda, a meio-orc Garona Meiorken (Halforcen) para unir suas forças contra Medivh.

A batalha se encerra com a morte de Medivh pela mão de seus companheiros. O aprendiz Khadgar tem sua juventude tomada e parte para Terralém (Outland) com a expedição Turalyon e Alleria Correventos (Windrunner).

Aegwynn então se exila nas terras esquecidas de Kalimdor sem mais nenhuma palavra à Aliança.

Anos mais tarde…

A Legião Ardente finalmente reúne forças para atacar Azeroth novamente.

Um profeta toma a forma de corvo e perturba os sonhos do jovem chefe guerreiro (Warchief) da Nova Horda (New Horde). Thrall se depara com um humano que sai de sua forma de corvo para aletar-lhe sobre um perigo iminente. O jovem Chefe Guerreiro ouve o conselho do misterioso profeta e parte com sua Horda para as terras de Kalimdor através do mar.

O mesmo profeta procurou as lideranças humanas dos Reinos do Leste, sendo o Rei do reino humano de Lordaeron o primeiro visitado. Recusado, o profeta voa até a cidade dos Magi, Dalaran e se depara com o mesmo problema com o líder de Kirin Tor, Antonidas. O profeta é apenas ouvido pela aprendiz de Antonidas, Jaina Mourorgulho (Proudmoore), filha mais nova do herói de guerra Daelin Mourorgulho. A jovam maga então reúne o que consegue do povo de Lordaeron e Quel’thalas e parte para as terras esquecidas de Kalimdor.

O profeta se revela Medivh, aquele que trouxe os Orcs para Azeroth, que começou a primeira guerra. Medivh já havia falhado a humanidade e Azeroth uma vez e não o faria novamente (parece um complexo familiar). Reluntatemente, Jaina e Thrall uniram forças e conseguiram o apoio dos elfos noturnos do druida Malfurion Tempesfúria (Stormrage) e da sacerdotiza de Elune, Tyrande Murmuréolo (Whisperwind). Juntos, os três poderes foram capazes de proteger Azeroth de mais um ataque da Legião.

Com seu objetivo cumprido, Medivh volta a tomar seu lugar entre as lendas de Azeroth, reaparecendo apenas para seu filho Medan no comic de ‘World of Warcraft’. Mas isso pode ficar para outra história.

Medivh é um dos personagens mais poderosos e emblemáticos a pisar no mundo de Azeroth, conheça sua história e acompanhe os livros, principalmente The Last Guardian.


Medivh e alguns de seus vestígios no jogo:

Karazhan era moradia do jovem Medivh e de seu pai Nielas Aran, o chefe ‘Shade of Aran‘, é a alma pertubada do pai do mago que reage quando um jogador chega com o cajado lendário Atiesh, infelizmente não é mais possível adquirir este item no jogo. Quem pegou, pegou. :)

Se você conseguir, faça a chain quest de Karazhan, O Diário de Medivh, e você poderá ver Medivh confrontando o dragão da Revoada Azul, Arcanagos, que se tornará o chefe dragão morto-vivo Nightbane.

Medivh também esta presente no evento do Xadrez em Karazhan. Como Aliança, você controla o uma das peças do exército do Rei Llane e joga contra o exército do Chefe Guerreiro Blackhand. Como Horda, o inverso. Abaixo, um vídeo do evento:

 

Medivh possuído por Sargeras e a abertura do Dark Portal podem ser acompanhados de perto na instância Lamaçal Negro (The Black Morass), nas Cavernas do Tempo (Caverns of Time).