X

Apresentamos hoje uma nova colunista, estudiosa do Lore do jogo e apaixonada por seus personagens! Lianne joga na Aliança, e passará sempre por aqui para nos contar um pouco mais da história do Warcraft.

“Eu falhei a humanidade uma vez, eu não o farei novamente” – Medivh

Medivh é uma peça, senão a mais, importante da história de Warcraft. Mas quem é Medivh, como ele surgiu, o que ele fez de bom e de ruim?

Primeiramente, Medivh foi o último Guardião de Tirisfal, filho de sua predecessora, Aegwynn.

O Conselho de Tirisfal (também conhecido como Tirisfalen) era uma organização de magos poderosos de Quel’thalas e das nações humanas. Seu papel era defender Azeroth da ameaça da Legião Ardente, procurando não seguir os passos de seus ancestrais Highborne. O nome “Tirisfal” remete ao local que o Conselho foi criado nas terras humanas de Lordaeron.

A história de Medivh começa antes de seu nascimento. Para entender como ele adquiriu tanto poder, devemos antes entender quem foi sua mãe e o que ela fez para se tornar tão poderosa.

A Guardiã Magna Aegwynn foi a única mulher entre cinco aprendizes de magos, e assim que ascendeu à Guardiã começou seu trabalho imediatamente. Aegwynn era humana, mas seu poder e seus estudos árduos levaram-na a passar 500 anos na sua função como Guardiã. Sua história mais famosa é a caça dracônica (o livro ingame: “Aegwynn and the Dragon Hunt“) em Nortúndria (Northrend).

Após derrotar os demônios que afligiam os dragões, surge o avatar de Sargeras (The Dark Titan), e então eles duelam. Eventualmente Aegwynn derrota o avatar, e não percebe que a essência de Sargeras se transfere para seu corpo.

Aegwynn enfrenta o avatar do Destruidor de Mundos, o titã caído, Sargeras

Anos mais tarde, em sua arrogância, Aegwynn decide que ela que deveria escolher o próximo Guardião e não o Conselho, e então resolve que deve ter um herdeiro. Escolhe um poderoso conjurador humano, Nielas Aran e com ele tem Medivh. Medivh em élfico significa “Aquele que guarda os segredos”.
Então Aegwynn passa seus poderes para o pequeno bebê, os confina, para que se manifestem quando Medivh atingir a maturidade, e o deixa com o pai em Ventobravo (Stormwind). O que ela não contava é que isso traria consequências desastrosas para Azeroth.

O pequeno Medivh viveu uma infância feliz ao lado de seu pai e de seus amigos: O príncipe de Ventobravo (Stormwind) Llane Wrynn (pai de Varian) e Anduin Lothar (o Leão de Azeroth), porém a essência de Sargeras que havia se escondido dentro de Aegwynn agora passava para o recém nascido, que ao atingir seus 14 anos, teve um espasmo quando seus poderes acordaram, matando seu pai, e causando danos severos à Medivh, forçando-o a entrar em coma.

Seis anos depois, Medivh acorda de seu coma em Abadia de Vila Norte (Northshire Abbey), mas sob o comando de Sargeras. Seu objetivo se tornou destruir os humanos de Azeroth.

Em um planeta distante de nome Draenor, Medivh com a ajuda dos poderes de Sargeras, faz uma barganha com o bruxo (warlock) Gul’dan. Ele mostraria onde estava a tumba de Sargeras em troca de um exército orc que invadiria Azeroth. Este exército orc se chamava Horda, mas não é a Horda que comecemos hoje – a de hoje é a Nova Horda, criada sob o comando de Thrall.

E então Medivh abriu o Portal Negro (Dark Portal) em Barreira do Inferno (Blasted Lands) para Terralém, permitindo que os exércitos da Horda entrassem em Azeroth. E assim se deu a Primeira Guerra.

Medivh não se manifestou como figura participante da guerra, mantendo sua posição dentro da sociedade humana como sempre. Seu jovem aprendiz Khadgar começou a levantar suspeitas que Medivh estava fora do normal. Neste ponto Aegwynn confronta seu filho, porém ela é derrotada. Não conseguindo matar a mãe, Medivh a bane de sua vista.

Aegwynn se vê impotente e então percebe seu erro, procura o Rei Llane Wrynn e o avisa do que está por vir. Ele agradece e se prepara para a batalha. Enquanto isso, a batalha com sua mãe havia enfraquecido Medivh e ele estava puxando força da própria Azeroth para se fortalecer. Khadgar foi atrás de Llane e Anduin e da emissária da Horda, a meio-orc Garona Meiorken (Halforcen) para unir suas forças contra Medivh.

A batalha se encerra com a morte de Medivh pela mão de seus companheiros. O aprendiz Khadgar tem sua juventude tomada e parte para Terralém (Outland) com a expedição Turalyon e Alleria Correventos (Windrunner).

Aegwynn então se exila nas terras esquecidas de Kalimdor sem mais nenhuma palavra à Aliança.

Anos mais tarde…

A Legião Ardente finalmente reúne forças para atacar Azeroth novamente.

Um profeta toma a forma de corvo e perturba os sonhos do jovem chefe guerreiro (Warchief) da Nova Horda (New Horde). Thrall se depara com um humano que sai de sua forma de corvo para aletar-lhe sobre um perigo iminente. O jovem Chefe Guerreiro ouve o conselho do misterioso profeta e parte com sua Horda para as terras de Kalimdor através do mar.

O mesmo profeta procurou as lideranças humanas dos Reinos do Leste, sendo o Rei do reino humano de Lordaeron o primeiro visitado. Recusado, o profeta voa até a cidade dos Magi, Dalaran e se depara com o mesmo problema com o líder de Kirin Tor, Antonidas. O profeta é apenas ouvido pela aprendiz de Antonidas, Jaina Mourorgulho (Proudmoore), filha mais nova do herói de guerra Daelin Mourorgulho. A jovam maga então reúne o que consegue do povo de Lordaeron e Quel’thalas e parte para as terras esquecidas de Kalimdor.

O profeta se revela Medivh, aquele que trouxe os Orcs para Azeroth, que começou a primeira guerra. Medivh já havia falhado a humanidade e Azeroth uma vez e não o faria novamente (parece um complexo familiar). Reluntatemente, Jaina e Thrall uniram forças e conseguiram o apoio dos elfos noturnos do druida Malfurion Tempesfúria (Stormrage) e da sacerdotiza de Elune, Tyrande Murmuréolo (Whisperwind). Juntos, os três poderes foram capazes de proteger Azeroth de mais um ataque da Legião.

Com seu objetivo cumprido, Medivh volta a tomar seu lugar entre as lendas de Azeroth, reaparecendo apenas para seu filho Medan no comic de ‘World of Warcraft’. Mas isso pode ficar para outra história.

Medivh é um dos personagens mais poderosos e emblemáticos a pisar no mundo de Azeroth, conheça sua história e acompanhe os livros, principalmente The Last Guardian.


Medivh e alguns de seus vestígios no jogo:

Karazhan era moradia do jovem Medivh e de seu pai Nielas Aran, o chefe ‘Shade of Aran‘, é a alma pertubada do pai do mago que reage quando um jogador chega com o cajado lendário Atiesh, infelizmente não é mais possível adquirir este item no jogo. Quem pegou, pegou. 🙂

Se você conseguir, faça a chain quest de Karazhan, O Diário de Medivh, e você poderá ver Medivh confrontando o dragão da Revoada Azul, Arcanagos, que se tornará o chefe dragão morto-vivo Nightbane.

Medivh também esta presente no evento do Xadrez em Karazhan. Como Aliança, você controla o uma das peças do exército do Rei Llane e joga contra o exército do Chefe Guerreiro Blackhand. Como Horda, o inverso. Abaixo, um vídeo do evento:

 

Medivh possuído por Sargeras e a abertura do Dark Portal podem ser acompanhados de perto na instância Lamaçal Negro (The Black Morass), nas Cavernas do Tempo (Caverns of Time).

Compartilhe este post!
Share on Facebook13Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Pin on Pinterest0Email this to someone