X

Tenho certeza que alguma vez, enquanto esperava os cinco minutos finais de uma missão de guarnição ou estava por alguns poucos minutos atoa, você já notou os NPCs que trabalham na sua guarnição ou NPCs que estavam à sua volta. Já notou que eles tem pequenas interações com você, ou com outros NPCs do local, ou mesmo fazem coisas pra si próprios que muitas vezes não faz sentido algum. Já se deparou com um deles?

Se você observar bem, tem NPCs que dormem na sua guarnição e que carregam caixas de recursos pra você usar, que se curvam quando você passa ou te cumprimentam, que te dão um /olá ou um /wave. Além disso, em outras áreas, podemos ver ogros fazendo flexões ou dançando por aí, NPCs animais brigando com bichinhos pelas cidades, ou mesmo guardas das cidades que respondem quando você interage com eles. O próprio Pepe fica empoleirado assoviando na mesma árvore o dia todo, alguns seguidores interagem entre si e saem para caminhadas, em alguns lugares devastados você pode ver NPCs que choram do nada e depois voltam a andar por aí, e mesmo seus mascotes te seguem pela sua guarnição… curioso não?

É interessante ver que a Blizzard está implementando algo tão simples como interação com NPCs dentro de World of Warcraft, e isso também nos faz pensar: porquê? Porquê ter interação com NPCs, sendo que eles estão ali servindo somente para realizar suas tarefas dentro das cidades como “plano de fundo” de um jogo com objetivos muito menos simplórios? Porque dar aos ogros a capacidade de fazer flexões ou dançar, se na verdade eles estão ali para te dar missões ou mostrar que alguém está carregando aquelas caixas encostadas no canto para um depósito de caixas no outro lado do vilarejo? Porque dar sentimentos e manifestações de tristeza para um NPC que acabou de perder um ente querido, e que está te dando uma missão de salvar as abóboras dele na fazenda ao lado? E bem, vocês já perceberam todo esse plano de fundo existente na história desses NPCs?

Muita gente não percebe, mas a gente tem uns NPCs assim também na vida real. Tem um NPC que abre e fecha o portão do seu prédio todo dia pra você, às vezes te dá um /olá e você não retribui. Tem NPCs que limpam a rua aonde você anda, todos os dias debaixo de sol e de chuva, e às vezes dá um /flexão porque as costas dele doem depois de todos esses dias de trabalho duro. Tem uns NPCs por quem você cruza que às vezes estão dançando ou chorando por motivos que você pode não ter nem ideia, e que às vezes estão querendo que alguém vá lá perguntar o porquê daquilo. Há coisas que essas pessoas por quem você cruza diariamente fazem que podem parecer sem sentido, pode não se relacionar com suas funções diárias, e que a sua interferência pode fazer toda ou nenhuma diferença na vida deles. Já percebeu?

NPCs são as “pessoas anônimas” com quem estamos habituados a ver todos os dias na nossa rotina atual, só que vejam só: eles existem no jogo também! Assim como os porteiros, as moças da limpeza, o motorista do ônibus, o guardinha do metrô, a cozinheira do restaurante onde você almoça, os NPCs desempenham funções das quais você necessita. Já esses “NPCs da vida real”, apesar de você mal reparar neles, além de seus afazeres eles possuem uma vida individual que poderia melhorar muito com a sua gentileza ou com seu reconhecimento. Afinal, vivemos em sociedade e dentro dela a interação humana está cada vez menos presente, e quanto maior for a multidão mais sozinho você está. Se você é o empregado, se você desempenha funções como varrer as ruas ou servir café enquanto outras pessoas salvam o mundo, porque haveriam de se importar com você? E pode não parecer, mas você com certeza é o NPC da vida de outras muitas pessoas. Já pensou que um sorriso ou um agradecimento mais sincero poderiam te dar uma rua mais limpa e um café melhor amanhã? Gentileza gera gentileza, e os NPCs dentro de World of Warcraft também servem pra você se lembrar que há coisas que vale a pena notar.

Obrigada [email protected] pelo papo cabeça e pelas ideias. Muito obrigada gente, e até mais! o/

Imagem em Destaque: Sina/Yoarenwo