X

Saudações!! Eu nem vou falar da minha demora, porque já estou ficando com vergonha, sabe. Então vamos fazer de conta que a Shi é super responsável e que ta sempre postando, e vamos para o tutorial de hoje! Olhos, a pedido de muitos. 😀

Porém, antes de começar, queria falar 2 coisinhas:

  • Eu não vou ensinar a sair desse post desenhando olhos realistas perfeitos. Como eu já vou dizer bastante mais à frente, isso só se consegue com muita observação e prática. E pra isso vocês não precisam de mim, eu só vou dar dicas e toques para ajudar quem não sabe por onde começar.
  • Não sou formada em nada sobre anatomia, nem cadeira disso tive na faculdade. Os nomes que eu vou falar podem estar errados, mas foram os que eu aprendi durante pesquisas na internet, além de uns que eu inventei mas tive que catar os de de verdade pra vocês, então qualquer coisa de errado me avisem!

Como eu nunca sei como começar em todos os posts, vamos com uma dúvida que geralmente me trazem, e que eu mesma tinha muito. Usaremos o próximo desenho para exemplificar:

olho1

“Shi, por que eu não consigo gostar desse olho que eu fiz? Ele tem todas as partes que um olho que se preze tem, e ainda assim não fica legal!!1!!one1!”


Sim, é verdade, todas as partes importantes que identificam um olho estão aí, e dificilmente alguém vai olhar para isso e dizer “é uma batata.” Não, é claramente um olho. A questão é que na maioria dos casos, esse desenho foi feito sem nenhuma referência, apenas de memória de como o nosso cérebro lembra que é um olho.

“Ai mas Shi, quer dizer que sempre que eu for desenhar vou precisar usar referência, que coisa chatazzzzZZZZ”

Sempre, não. Desenhar é um exercício de observação e repetição. Quanto mais tu desenhar uma coisa específica, mas fácil vai ser no futuro. Então, se você não tem experiência com algo em específico, tem que ir atrás de referências, até o teu cérebro falar “Pelamordedeus desenhe outra coisa, eu já sei fazer isso vamos desenhar uns patinhos pfvr.”

Quando estamos estudando uma referência, principalmente as do corpo humano, temos que separar todas as partes e nomeá-las:

olho2

O globo ocular, que é o olho em si redondinho, pode ser separado em 3 partes:

  • Esclerótica: A parte branca(que eu chamo apenas de Sclera, mas tu pode chamar até de Bob se quiser, desde que saiba o que é)
  • Íris: A bolinha maior, e colorida.
  • E a pupila, a bolinha preta e menorzinha, que pode dilatar ou diminuir dependendo da luz.

E em volta nós temos:

  • Pálpebras: Superior e inferior. Já vi em alguns lugares a pálpebra superior ser chamada de pálpebra móvel, pois é a que a se mexe quando piscamos.
  • Côncavo: É a “dobrinha” da pálpebra superior
  • Cílios: Os responsáveis por proteger nossos olhinhos de todas as ameaças desse mundo cruel. Homens também têm cílios, mas as vezes essa parte é esquecida no desenho, por ser algo muito usado nos desenhos para representar feminilidade.
  • Lacrimal: É por onde a gente lacrimeja. Também é um ponto muito importante no desenho, ajudando a definir melhor a forma do olhos
  • Linha d’Água: Eu esqueci de mostrar essa no desenho, me perdoem por favor @[email protected] É  aquela linda bem rente aos cílios inferiores.

DICA: Vocês conseguem achar guias e posts super interessantes sobre partes do olho e como pintar elas, em sites/blogs de maquiagem! Peguei noções de algumas coisas que eu nem imaginava só vendo/lendo esses tutoriais 😀

Então vamos comparar esse olho com a foto!olho3


Só de passar por cima já podemos ver algumas diferenças importantes, né? Mas vamos arrumando esse olho aos poucos, primeiro com o formato:

Formato

 olho4

O formato do nosso desenho não está nem um pouco parecido. É claro que existem muitos outros formatos de olhos, e é sempre bom treinar e pesquisar sobre, porque isso afeta bastante na personalidade do personagem! Mas o nosso desenho atual não está orgânico nem suave como nenhum dos formatos nessa imagem:

eye_shapesFonte: The Blondeshell

No nosso desenho, eu nem sequer sei dizer se esse olho é o direito ou o esquerdo, ele não tem nada indicando onde é a lacrimal! Pra mim, depois que eu descobri essa coisinha, ficou bem melhor de começar a moldar um olho:

olho5

Você só vai desenhar a lacrimal na arte final se for um estilo mais semi-realista/realista. Mas eu gosto de começar por ela mesmo que depois eu apague e ela não apareça na arte final. 


Cílios

cilios

O pior erro do nosso olho são esses cílios. Não estão nada naturais e não seguem a naturalidade que os da foto. 

olho6

Agora eu fiz a linha d’Água, e desenhei os cílios de cima mais grossos, já que temos mais pelos na pálpebra superior.


Íris e pupila

Estamos quase terminando o make-over no nosso desenho. Agora só precisamos arrumar o tamanho da íris, que está um pouco desproporcional:

olho7

Foi bem de leve mesmo, mas para um olho humano é um detalhe importante!


E tá pronto! Vamos dar uma olhada no antes e depois?
olho8

Já tivemos um ótimo avanço 😀 Independente de estilo, o artista precisa saber a anatomia real das coisas. Mesmo que eu não vá fazer a lacrimal ou a linha d’Água, eu preciso saber que elas estão ali, e que por causa delas o formato do olho pode mudar.

Outra dica fundamental de quando estiver se baseando numa foto: Desenhe o que você vê, não o que você sabe. As vezes podemos ficar meio arrogantes e falar “Eu sei fazer essa parte, não preciso olhar para a foto agora”.  O nosso cérebro nos engana, eu passei anos desenhando nariz de um jeito muito bizarro, mas fazia porque eu achava que era o certo. Assim que eu comecei a olhar e a desenhar o que eu estava vendo, eles saíram bem melhores.


Isso tudo foi apenas um exemplo de como usar uma referência para aperfeiçoar ou até começar um desenho do zero. Porém, como eu disse, depois de certo tempo tu não usa mais nenhuma foto, e começa a criar seu próprio método de desenhar.

Agora vou mostrar pra vocês o meu passo-a-passo de como faço olhos (geralmente, é meio de lua isso) olho9

1-Desenha alguma coisa aí. Meio oval, um pãozinho, uma pedrinha, não sei. Só não pode ser totalmente redondo, dá uma achatada.

olho10

2- Lacrimal!! Como fizemos no outro lá em cima, fechamos o formato a partir dela. A curva ali na pálpebra inferior é importante!

olho11

3- Pálpebra, íris e pupila. Nada de novo, NEXT.

olho12

4- Começo a passar a limpo, colocando a linha d’Água e cílios.

olho13

5- Finalizo fazendo o côncavo. E tá pronto pra pintar! 

Maaaaas a pintura vai ser só no próximo post!! 😀 Iremos descobrir como pintar e também algumas dicas específicas para os diferentes olhos de cada raça de Azeroth :3

Espero que tenham gostado!! Como sempre, mandem para nós os vossos fanarts, e até a próxima!

Bjos Pomentosos <3